Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Adicionado in Musicoterapia

A Musicoterapia e o Combate aos Problemas Psicossomáticos

A Musicoterapia e o Combate aos Problemas Psicossomáticos

12345
(5,00 de 5 com 1 votos)

chinesa.jpg

Os cinco tons e as músicas com eles criadas proporcionam uma interação entre os polos positivo e negativo (Yin e Yang) dos sete corpos que compõem cada indivíduo, em conexão com os cinco elementos primordiais, trazendo de volta a essência natural do ser, que é parte de um todo: corpo, mente, emoção, espírito e todas as coisas do universo.

Os problemas psicossomáticos são alvo principal da eficiência da musica como instrumento de harmonização de desequilíbrios. Independentemente da vontade do indivíduo, todas as células do corpo escutam e vibram com o estí­mulo sonoro. Cada célula tem sua própria vibração, assim como cada órgão, tecido etc.

A musicoterapia facilita a mudança das frequências energéticas celulares. Havendo essa mudança o desequilíbrio perde a força e tende a deixar de funcionar como centro de comando, mesmo porque passará a existir naquele campo por ela ocupada uma outra frequência, outra força, outra polaridade.

O simples fato de você tocar um instrumento pode alterar seu estado vibracional. Mas, para que haja uma mudança de frequência na totalidade do seu corpo é preciso que o cliente também exercite a VONTADE e a determinação para efetuar mudanças comportamentais na sua vida.

A vontade de equilibrar-se enfraquece os desequilíbrios no indivíduo. A vontade de viver aumenta a imunidade do corpo, já provado cientificamente. Os problemas mais combatidos pela musicoterapia chinesa são: Insônia (musica para dormir e acordar), Ulceração Intestinal, Dor de Cabeça, Câncer, Sí­ndrome Climática, Hipertensão, Prisão de Ventre, Arteriosclerose Coronária, Obesidade, Derrames, Menopausa, Trombose. Todas elas possuem subdivisões de acordo com a origem.

Este tipo de musica não pode ser ouvido em movimento ou com fone de ouvido. Preferencialmente o cliente deve estar deitado. O terapeuta deve orientar o cliente para que ele não durma nem se mova.

Depois da sessão, é recomendado um bom copo de chá quente, de preferência feito com erva na mesma linha de terapêutica do desequilíbrio tratado. Todas as alterações e mudanças de freqüência energética passam necessariamente pelos sete chácras superiores, positiva ou negativamente.

Post a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *