Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Adicionado in Geral

Como trocar as cordas de um violão

Como trocar as cordas de um violão

12345

trocacordas.jpg

Girar, girar, girar
até que a corda ceda.
Então, com dedos calejados
Desamarrá-la do rastilho.
Chamá-lo assim:
Meu doce alaúde,
Meu violão.

Pensar na amada.

Com raiva: arrancar cada corda
De um só estirão.
Sentir o corte do náilon
Na palma da mão.
A corda estala,
As cravelhas saltam,
O rastilho estoura,
O braço se parte,
Madeira e verniz
Rasgando de dor.
Algo há de ceder: o violão
Ou você.

** lindo poema gentilmente cedido ao Violamineira por Lavinia Saad, poeta Í­mpar, habilidosa na escolha e sutileza das palavras.

O POEMA ACIMA FOI COPIADO NA ÍNTEGRA DO SITE Viola Mineira, que foi desenvolvido por Luciano Borges. Outra grande fonte de informações sobre instrumentos de corda na internet moderna!

2 Comments

  1. muito obrigado…colei e guardei…agora …nao some….

  2. Olá Maira,

    Que bom que você gostou do nosso curso de violão,
    fique atenta as nossas aulas de violão no menu ao lado.

    Violão Brasil

Post a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *